Wednesday, February 06, 2013

Somente Momentos



O gosto amargo do vinho na boca 
De quem errou
E nunca se entregou

Bebeu sozinho 
Fez do tempo sem sentido
E um momento depressivo

Sem perceber destruiu o futuro
Para ter somente aquele minuto
De prazer oportuno

Mas, o passado não volta
Porém, deixa aberta a porta
Para o amanhã que se renova

2 comments:

Michelle Trindade said...

O gosto amargo do vinho da velha taça logo logo abrirá espaço para saborear um bom vinho de uma nova safra...

Atividade Visceral said...

Poesia de quinta categoria, rimas previsíveis e fáceis que qualquer pedreiro de obras pode fazer... Sua poesia é uma lástima.