Friday, November 02, 2012

Eu não me permito

Eu não me permito chorar
Permito somente a porta fechar

Quando as lágrimas correm
Abrem muitas portas
Quando as lágrimas correm
Não aparecem respostas

Não há consolo ou abrigo
Não há nada além do vazio

Afoga em teu próprio pranto
De nada vale
Notas sem canto
Então, pare!

Por isso, não me permito chorar
Existem motivos que não valem a pena.
Não por isso. Não por você.

1 comment:

Um brasileiro said...

Olá. Estive por aqui dando uma espiada. Legal. Gostei. Apareça por la. Abraços.