Tuesday, May 03, 2011

Talvez

Talvez eu seja uma pessoa sensível incapaz de perceber a sensibilidade alheia

Talvez eu seja uma pessoa independente ansiando um colo presente

Talvez eu seja uma pessoa que navega e deseja um porto seguro

Talvez eu seja uma pessoa livre querendo proteção

Talvez... nem sei o que sou ou para onde vou. Só sei que te quero ao meu lado.

10 comments:

Michelle Trindade said...

Talvez... vai saber...

silvioafonso said...

.


Mesmo não sabendo de coisa
alguma eu também te quero
muito.
Jogues no meu cais tuas amarras
e nas águas calmas do meu ombro
encontrarás gaivotas brancas da
minha proteção.

silvioafonso
Estou te seguindo. Siga-me,
também...





.

Netto Feel said...

você combina as palavras de forma harmoniosa tornando-as de bem forte sentido. Adorei sua escrita!

Eduardo Santos said...

Olá Danielle. Amoroso este poema. Acho que é um "Talvez" com muitos desejos, mas também certezas, embora pouco compatível com a sua definição de poeta. O poeta não é "sempre amordaçado", pelo contrário, o pensamento de cada um é algo que constitui a sua liberdade e a única coisa que não pode ser amordaçada, prova-o nos seus poemas atrás. Gostei do seu espaço, espero voltar, obrigado.

rodrigo said...

http://guerreirodeasas.blogspot.com/

Uljota said...

uma pessoa sensível não deveria ser sensível ao alheio? ou sensibilidade é dita no sentido de pessoa fraca, que se machuca fácil? Eu gostei, mas a primeira me deixa estas dúvidas.

Verânia Aguiar said...

sensivel k n compreende a sensibilidade dos outros... hum compreendo, mas aí vira meio egoista, eu axo.. hum mas esta mt bom

Anonymous said...

Você sempre disse que faria tudo pra ser Feliz...
Faria mesmo?
Então Acesse - www.iurdtv.com

IURD TV said...

Você sempre disse que faria tudo pra ser Feliz...
Faria mesmo?
Então Acesse - www.iurdtv.com

Monster said...

Bela frase para começar o ano.
Parabéns pelo blog!
Monster Headphones