Thursday, April 22, 2010

Espero você voltar


A lua tentou imitar o brilho dos teus olhos
E a brisa procurou roubar o espaço do teu abraço
E quando o mar percebeu a minha solidão
Queria carregar o meu coração

Mas, tudo foi em vão...

Mesmo quando as lágrimas caíam
E a chuva se misturava com as minhas águas
Mesmo quando os meus murmúrios persistiam
E os trovões gritavam minhas mágoas

Não adianta sol ou névoas...

Aqui, eu hei de esperar por ti
Porque posso senti-lo daqui
Sentada olhando o horizonte
Mesmo que o tempo me afronte

Saturday, April 17, 2010

Antologia de Poetas Brasileiros - Volume 64

A poesia "Desvende meus sentimentos" de minha autoria foi selecionada em um concurso de poesias promovido pela Câmara Brasileira de Jovens Escritores e será publicada em uma antologia.
Para ler a poesia clique no link abaixo

http://www.camarabrasileira.com/apol64-068.htm

Neste link também possui as instruções para a compra do livro.

Carmen ou Micäela?

Alguém aqui gosta de ópera? Calma... Esse post não é sobre ópera! Digamos que vou utilizar como inspiração e comparação! Para isso, escolhi a ópera Carmen de Georges Bizet, minha preferida!

Carmen é uma cigana capaz de seduzir e enfeitiçar os homens. É uma mulher de personalidade forte e complexa que adora os homens aos seus pés. É livre, feminista e não se preocupa com os julgamentos alheios. Carmen é o símbolo de mulher independente que ama a vida mas está disposta a morrer pela sua liberdade.
Como a sua famosa ária diz:

L'amour est enfant de Bohème,             
O amor é o filho do boêmio,
Il n'a jamais, jamais connu de loi,         

Ele nunca, nunca conheceu lei alguma

Ao contrário de Carmen em sua ópera existe Micäela. Uma donzela extremamente frágil e delicada que é prometida a Don José na qual sonha em casar e ter filhos com ele. Segue os padrões da sociedade e vive por esperar o seu prometido. Julga Carmen ser uma mulher vulgar e sem limites enquanto ela é uma senhorita correta e compromissada com o seu amado. Em vão tenta resgatar o seu prometido da sedutora Carmen.

Agora, eu gostaria de saber de vocês... Sem julgamentos, pois é uma questão de gosto/personalidade.

Para as mulheres: Você é Carmen ou Micäela?
Algumas mulheres são Carmen, mas na cama se mostram Micäela. E existe também o contrário... Aquela mulher toda delicada e cheia de mimimis e na cama..é uma Carmen.

E, os homens: De qual vocês gostam mais?


Bom, vou começar por mim.
Sou Carmen em todos os momentos, rsrs

Alguém mais?

Friday, April 09, 2010

CILADA DAS MULHERES - O show

Cilada das mulheres são contos fictícios que giram em torno do assunto “romance”. Aliás, não é bem romance... Mas, todas as “ciladas masculinas” que enfrentamos na nossa vida! É cada uma...

Os contos não têm a intenção de dizer o certo ou o errado numa relação, mas demonstrar pensamentos, reflexões, desejos, vontades e caprichos femininos. Vale ressaltar que as opiniões são minhas, mas se alguma mulher se identificar com o texto, não é mera coincidência!  Boa leitura!
 
3. O Show
Eu acordei naquele dia super empolgada. E sabe por quê? Dentro de algumas horas eu estaria em um show de rock super foda. Tá...muitas horas, o show começaria só na madruga. Mas, o que importa é que eu passei o dia todo pensando e respirando heavy metal, rsrs. Fazia muito tempo que não ouvia rock então durante aquela semana eu tive que fazer um F5 nas minhas bibliotecas musicais. Durante a noite fiquei horas procurando o que vestir. PQP admito que não tenho modelitos roqueiros, mas não queria usar as minhas roupas super up!!! Não tinha nada a ver. Da última vez que fiz isso num show de rock (uma blusinha amarela com uma saia cigana) não foi muito legal... todo mundo me olhava de cara feia... Não que me importe em chamar atenção! Não sou tímida, mas aquelas caras feias de pessoas com roupas altamente enegrecidas assustavam o meu estilinho happy happy. Então resolvi usar uma das minhas 3 blusas pretas combinando com uma calça jeans rasgada e...um all star (pode fazer propaganda?, rsrs). Arrasei, não? Até eu acreditei que estava suuuupeer heavy! Tanto que ao encontrar com a minha amiga ela se surpreendeu ao me ver! Caramba! Com aquele modelito dava para me misturar na multidão sem "caras feias". Sinceramente, não entendo o por quê dos rockeiros terem que se vestir daquele jeito. Mas enfim, optei por aderir aquele estilo ao menos por uma noite. A intenção era apenas me divertir ao som do bom e velho rock!
Ao chegar lá...dito e feito! Todos me olhavam como uma rockeira! Um dos meus objetivos foi atingido, agora só faltava a diversão. Esse show havia uma particularidade na qual admito ser de grande valia! Não tinha confusão e nem empurra empurra. Vocês devem estar se perguntando: Que porra de show é esse? Calma. Era um show de heavy metal muito conhecido maaaassss, eu estava na área vip (uuuuhhhh) logo eu podia dançar tango e fazer acrobacias que sobraria espaço e ainda continuaria vendo a banda de pertinho. Ahhh que maravilha! E...não querendo ser horrível mas já sendo... A área vip só tinha gente bonita!
Começou o show e lá estava eu com a minha amiga assistindo feliz da vida! Fiquei louca tentando tirar fotos boas, mas era bem difícil. Eu não prestava atenção em mais nada, tudo ao meu redor se foi. Ok, nem tudo... Eu nunca vou deixar de avistar um homem gostoso por perto! Mas, estava sem vontade de paquerar. Afinal de contas, estou num show F-O-D-A-! uhuhuhuhu.
Continuei a minha saga de tentar tirar umas fotos mas meus olhos não me obedeciam e sempre viravam para a direita onde estava aquele carinha gostoso. E ele olhava para mim o tempo todo também, aiai... Até que...
- Quer que eu te ensine a tirar boas fotos no show?
- Ah... quero [risos encabulados]. Sempre ficam tremidas...
- Deixa eu te ensinar.
Ele ficou atrás de mim, e segurou a câmera junto das minhas mãos...
Pensei: Ai...quanto erotismo. Caralho! Como eu consigo paquerar em um show de rock? Tem horas que até eu me admiro!

Fiz aquela cara de "tô gostando, continua". E ele continuou. Começou beijando meu pescoço. Em pouco tempo a gente já estava se agarrando.
Só para lembrar: A gente estava se pegando em um show de rock!!!
PQP, eu não mudo mesmo! Mas, vá lá...

A essas alturas eu já havia esquecido da minha amiga. Eu não sabia aonde aquilo tudo ia dar, só sabia que estava bom pra cacete! Ele disse:
- Ah, a minha música preferida...Quero te beijar ouvindo essa música.
Ai ai, que lindo isso.

Ficamos agarradinhos durante todo o show e ele ainda falava umas leves putarias no meu ouvido. Pensava eu:
Tanto lugar para ouvir isso. Por que eu fui inventar de paquerar aqui???

Até que o show acabou. E a minha amiga veio falar comigo:

- E aí? O que vai fazer?
- Ah...tô pensando.
Ai que situação difícil. Primeiro porque é sacanagem o que fiz deixando-a sozinha e segundo porque ela estava de carro, não eu! O que faço? Queria continuar aquela noite...

Daí ele interrompeu.
- Vocês estão de carro?
A minha amiga respondeu:
- Eu sim!
- Então não se preocupe. Eu a levo em casa!
Ela olhou para mim... E eu assenti com a cabeça!
- Beleza então, divirtam-se!

Bom, saímos do show e ele me convidou para ir a um barzinho para a gente conversar e eu...aceitei, claro!
O carro dele estava longe dali então pegamos um taxi até o lugar onde estava o carro e que também tinha bares próximos.
Ficamos lá bebendo e falando de rock...nos conhecemos um pouco e ele me pareceu ser um cara super legal, simpático e de bons gostos. Diminuímos a pegação e ficamos um bom tempo conversando. Foi ótimo! Adoro homens com um bom papo!
Mas, a madrugada foi cada vez mais se adentrando então, decidimos ir para casa. A noite parecia perfeita para mim! Trocamos telefones enquanto caminhávamos em direção ao carro.
Ao avistar o seu carro fiquei vislumbrada. Não entendo porra nenhuma de carros, só sei que adoro carros novos e grandes. Ao contrário do meu gosto por homens. Adoro homens maduros (maduro sim, velho não, rsrs) e pequenos. E ele era assim... aumentando mais ainda o meu desejo. Não tenho vergonha de assumir o meu gosto por homens baixinhos, contanto que o principal seja grandinho, para mim é a perfeição!
Entramos no carro e ele já foi me agarrando. Não estou me fazendo de ingênua mas, não esperava por isso! Fiquei dando uns amassos e, a minha excitação foi aumentando. Eu não sabia se estava excitada por causa das "pegadas" dele ou se era por causa do carro dele.

[Pausa para explicação] Eu tenho que contar uma coisa...eu tenho fetiche por transar em carros grandes! O que eu posso fazer? Adoro concretizar as minhas fantasias sexuais.

E a nossa pegação foi aumentando cada vez mais, até que não resisti... Quando me dei conta...já estava quase lá. Mais uma vez digo: O que posso fazer se adoro um sexo a "quatro rodas"? Ainda mais naquele carro! O tesão aumentava mais ainda!
Quando ele ia fazer....eu disse:
- Peraê!!! Cadê a camisinha?!
Gente! Todo solteiro que se preze sabe da importância de seu uso!

- Ah... Tem um problema. Eu não tenho nenhuma. Não pode ser sem?
Sério mesmo que ele está me perguntando isso?

- Não, não dá. SEM NÃO DÁ!

- Poxa, então vamos para o motel?

- Sim, vamos para o motel.
Motel? Não era bem essa minha intenção...mas não tem jeito...

Vocês devem estar se perguntando: Por que ela não tem uma camisinha na bolsa? Gente, eu sou uma mulher super moderna! Quando vou sair com alguém...sempre levo camisinhas sobrando! Mas, vocês lembram que eu fui num show de rock, neh? QUEM VAI PARA UM SHOW DE ROCK E TREPA COM ALGUEM NO FINAL? Definitivamente, esta foi a última coisa em que me passou pela cabeça. Ok, valeu pelo aprendizado! Agora até em missa vou levar camisinha! PQP a que ponto eu cheguei?!!!
Como eu estava numa posição "me coma" não tinha como fazer a linha "virgem" e recusar o pedido. Mas, definitivamente não foi a minha intenção foder com ele... acho q foi o efeito do carro...não sei...
Chegando ao motel, ele continuou insistindo na aventura da transa sem proteção! E eu, mais uma vez avisei que NÃO!
Enfim, ele tristemente pegou uma camisinha vagabunda do motel e transamos. Mas, não demorou muito e ainda foi meio sem graça. Acho que se fosse no carro eu não perceberia tanto que ele era sem gracinha na foda já que eu estaria anestesiada pelo efeito "quatro rodas". Não preciso dizer que não desfrutei muito dessa transa.
Ele descansou um pouco e tentamos transar mais uma vez. O que me alegrou muito, aumentando alguns pontinhos o seu conceito comigo. Gosto de homens dispostos. Mas, começou a chatice...tudo de novo...  A PORRA DA TRANSA SEM CAMISINHA!
Gente...isso durou a noite toda! Ficou chato! Ele não queria fazer de jeito nenhum com a camisinha alegando isso ou aquilo. Enfim, só ficou na tentativa de mais uma transa. Perdi as contas de quantas vezes ele me pediu isso. Se jogando aos meus pés. Cacetada, a que ponto um homem chega! Não me importo. Não sinto pena. Cansei. Só queria ir para casa.
Insisti para que me levasse em casa e ele todo putinho comigo acabou aceitando.
Ao me deixar em casa disse:
- Te ligo amanhã. Você ainda está me devendo um foda!
Sério mesmo que ele disse isso?! Não tem senso do ridículo, não?
Muito puta bato com força a porta daquele carro maravilhoso pensando:
Aonde eu fui me meter? Ou melhor, deixar que me metam... Deveria existir algum código que a gente possa usar antes de se meter nessa merda... Mas homem é meio sem noção... Acho que vou estampar na minha calcinha:

 “Somente com camisinha, por favor, não insista! Aprecie com proteção.”




Creative Commons License
CILADA DAS MULHERES - O show by CILADA DAS MULHERES - O show is licensed under a Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Vedada a Criação de Obras Derivadas 3.0 Brasil License.
Based on a work at reflexoesentidas.blogspot.com.