Saturday, April 18, 2009

Sobre Livros XXXII

Está uma confusão de livros na minha cabeça. Do tipo...acho que quero um, mas não consigo, pego outro que acho que quero mas não quero tanto, largo esse para lá e pego outro para me distrair. Enfim, nem eu estou entendendo essa minha louca literatura!!! Mas vou tentar simplificar! Novamente peguei um livro na qual gosto muito, e percebi que este livro me "prendeu" demais em sua leitura. Então, certo dia fui à biblioteca alugá-lo toda empolgada, e não o encontrei. Perguntei para a bibliotecária e disse à ela que estava louca para voltar a ler este livro e ela disse que o livro sumiu. Como assim sumiu? Simplesmente sumiu e ainda disse que era melhor eu esquecê-lo porque quando um livro some é muito difícil ele voltar para a biblioteca. Conclusão? Fiquei arrasada, chorei e tudo! Então, decidi pegar um livro que tinha lido um pouco há algum tempo atrás. Quando peguei este livro para ler, ainda estava muito abalada com o anterior que havia sumido. Então, digamos que nem prestei muita atenção nele, sei lá... Voltei para a casa e, dias depois decidi ligar para a biblioteca e ver se ele estava lá (acho que fiquei traumatizada por causa do outro) e a bibliotecária disse que estava alugado para eu voltar outro dia! Noooossa! Eu fiquei super irritada! Com muita raiva! Não sei porque já que o livro não é meu, qualquer um pode ir à biblioteca e alugá-lo, mas enfim, certas coisas não precisam ser entendidas! Apesar disso, fui até lá e peguei outro livro, um antigo, que sempre pego para me distrair! Aliás foi só para isso mesmo e nada mais! Depois quando voltei para a casa percebi que estava lembrando da história deste livro que não consegui alugar! Não sei porquê! Acho que me envolvi em sua história sem ao menos ter percebido... Será que ele irá sumir da biblioteca como o outro?! Não quero me prender a nenhuma história de livro, até que gosto de ler ao acaso, mas essas coisas a gente não escolhe! Quando a história te envolve você quer ler até o final! Vou voltar a biblioteca amanhã... Será que vou encontrá-lo?