Tuesday, March 03, 2009

Promessas que o vento levou...De um amor que você inventou

Depois que tudo se passou
Eu percebo as mentiras que me contou
Promessas e ilusões
Sonhos e decepções

E eu com medo que você se canse
Enquanto você inventava um romance
Aqueles com sentimentos prematuros
De alguém um tanto imaturo

Pouco a pouco fez-se a decepção
E eu ao teu lado cedia aos poucos ao desencanto
Apesar de ainda estar a acreditar em teu canto
Mas sabia o nosso final sem adivinhação

Espero que eu tenha deixado uma marca em teu peito
Marcado assim com esse conceito:
Não de alguém que te amou
Mas, de alguém que em ti acreditou.

No comments: