Monday, December 01, 2008

Precisava escrever...

Escrever, escrever, escrever....eis aqui a minha terapia nas horas que preciso. Nos momentos exatos de minhas aflições, angústia, felicidade, amor, enfim, qualquer sentimento que queira ser extravasado por mim, de alguma forma. O mais interessante da escrita, é que na maioria das vezes esta pode ser feita em qualquer lugar. Bom, tudo bem que precisamos de papel e caneta, mas na maioria das vezes eu as tenho em minha bolsa, e como eu passo boa parte do meu tempo em frente a uma tela de computador, então qualquer pequeno documento de editor de texto já é capaz de suprir esta minha grande vontade de simplesmente escrever. Nem que seja apenas palavras soltas ou repetição das mesmas, como agora...várias linhas para justificar a escrita. Para alguns, a angústia pode ser diminuída com um exercício, ou com comida, doces, sei lá, algumas pessoas gritam ou xingam alguém, principalmente aquele que te deixou assim, angustiado ou com raiva, mas eu não! Não sou do tipo que briga ou xinga. Até porquê...nem sempre a gente pode fazer isso, mas eu tenho esse tipo de atitude porque acho melhor, digamos que mais civilizado!!! Acredito que nunca, mas nunca vale a pena uma discussão (exceto a discussão por escrito, rsrs, brincadeira). Enfim, até agora não disse aonde quero chegar... Porque parece que nada faz sentido com nada. É porque hoje, neste exato momento estou angustiada! Esse sentimento existe dentro de mim pelo fato de conviver com uma pessoa não civilizada, se é posso dizer assim! Acho que em algum momento eu postei nesse blog que não gosto que me acusem de algo que não fiz, que não faço ou que não seja da minha índole! E, novamente isso me aconteceu, estou começando a pensar que isso tem alguma referência passada (vidas passadas) porque é bem freqüente me ocorrer fatos do tipo!!! Mas não estou aqui para ficar reclamando da vida! Ao mesmo tempo não posso negar a minha vontade de desabafar perante a situação com que eu estou passando. Mas, tudo passa... Já passei por coisas infinitamente piores! Eu não considero isso nem uma fase da minha vida, apenas um contratempo! Uma coisa na qual eu tenho que lidar! E, as palavras vão se soltando, as frases vão aumentando, e a minha angústia vai diminuindo...como disse, uma ótima terapia! Ler também é uma boa terapia, mas nem sempre você tem algo para ler, agora escrever.... mesmo que eu não tenha aonde rabiscar, as palavras aparecem em minha mente, vão se construindo, tomando forma e começo a me imaginar escrevendo certas coisas. Algumas vezes, tento me recordar das palavras e escreve-las depois, mas confesso que elas acabam se perdendo nessa infinita dança das palavras que surgem em minha cabeça. Bom, o que importa é que eu já escrevi bastante, e é tudo que eu queria, ou melhor, tudo o que eu precisava para um dia turbulento como este.

1 comment:

Michelle Trindade said...

Oi... fiquei sem conseguir entrar no blogger naõ sei porque, meu computador se recusou, ele tem vida própria... enfim perdi várias paradas no seu blog então vou comentar agora tudo de uma vez...e tb não postei nada no meu... preciso postar.. até pq escrevi umas paradas no word e ainda não passei... bom, com relação a pessoa não civilizada, esquenta não, eu sei que é horrível dizer isso, mas a reencarnação tá aí pra isso... e vc supera isso rapidinho...