Friday, September 26, 2008

Clarice Lispector

Escrevo porque encontro nisso um prazer que não consigo traduzir. Não sou pretensiosa. Escrevo para mim, para que eu sinta a minha alma falando e cantando, às vezes chorando"...

"Eu escrevo como se fosse para salvar a vida de alguém. Provavelmente minha própria vida."

"Enquanto eu tiver perguntas e não houver respostas... continuarei a escrever"


"Escrevo por não ter nada a fazer no mundo: sobrei e não há lugar para mim na terra dos homens. Escrevo porque sou um desesperado e estou cansado, não suporto mais a rotina de me ser e se não fosse sempre a novidade que é escrever, eu me morreria simbolicamente todos os dias"

1 comment:

Michelle Trindade said...

Já conhecia esse peoma ele é muito inspirador.Aliás Clarice Lispector é um show de poesia!