Saturday, July 26, 2008

Sobre Livros XXII

Peguei um novo livro para ler... Um bem curtinho e bonitinho! Uma gracinha!!!! Fui na livraria do metrô com o intuito de encontrar um livro para me descontrair e acabei o encontrando numa prateleira bem acessível. Aliás, descobri que a livraria do metrô possui bons exemplares, talvez eu passe por lá novamente! Quem sabe eu não encontro um livro com um conteúdo mais profundo...com histórias mais longas e complexas? Tenho que procurar com calma. No final das contas eu concluí a seguinte coisa: - Nunca subestime uma livraria! :)

Friday, July 18, 2008

Sobre Livros XXI

Certo dia, me dei conta que estava desejando ler um livro que vi na estante. Mas, não era a minha estante! Isso é um tanto frustante. Fiquei olhando, imaginando, querendo... não podendo. Afinal de contas, o livro não é meu e, nem sei se pode ser meu. Este livro parece ser muito interessante e demonstra muita beleza. Além de ser um livro simples... um estilo que eu gosto tanto... Digamos que ele seria uma espécie de "livro proibido", já que eu não posso lê-lo.
Por que eu sempre quero ler livros nas quais eu não posso ou não consigo ter???
Acho que a minha vida pode ser comparada à uma livraria num dia de grande liquidação! Quando esta loja coloca a placa "open", todos correm à procura do seu livro "ideal"! E, passam por cima de mim conseguindo pegar os melhores livros. E, eu não...Quando me dou conta...já são 5 da tarde, e eu não consegui o meu livro. Sobraram apenas aqueles livros sem conteúdo com histórias bobas e sem sentido. Não faço questão de lê-los então, minha cestinha continua vazia. Até encontro bons livros, porém são caros demais, e não consigo comprá-los nem a prestação. Aliás não consigo nem chegar perto deles para ler a contracapa, já que ficam numa estante bem alta e com várias pessoas com perfeitas condições de adquirí-los.
E, eu continuo querendo aquele livro que não é meu...A loja está prestes a fechar... eu ainda não consegui achar...nem comprar...o meu livro...

Monday, July 14, 2008

Águas rasas

Uma pequena lagoa de águas rasas
Limitada e turva,
Secando pouco a pouco
Esperando o deságüe do mar
A vida está se extinguindo
A água não se movimenta mais
A beleza está imergindo
E, a esperança ficando para trás
Águas rasas... apenas


Friday, July 04, 2008

Pensamentos...


Sorri quando a dor te torturar
E a saudade atormentar
Os teus dias tristonhos vazios

Sorri quando tudo terminar
Quando nada mais restar
Do teu sonho encantador

Sorri quando o sol perder a luz
E sentires uma cruz
Nos teus ombros cansados doloridos

Sorri vai mentindo a sua dor
E ao notar que tu sorris
Todo mundo irá supor
Que és feliz




Charles Chaplin