Tuesday, July 24, 2007

Decisões

Ultimamente, tenho tomado diversos tipos de decisões, seja na área do meu estágio, meus empregos, meus relacionamentos, enfim... minha vida...

E... como isso é difícil, principalmente quando você é pressionado para tomar uma decisão!

Hoje, por exemplo, disse: Adeus! Ao meu estágio. Gostaria de dizer adeus a todos que conviveram comigo, mas na hora pensei: Ah! Ninguém lembrará de mim mesmo! Não demorará muito para não lembrarem nem do meu nome! E vão se referir a mim como “a ex-aluna de fulano de tal”. Não que eu queira ser importante... Acho que é a tal da “baixa estima” que não larga de mim. Certa vez, uma amiga minha me disse que tinha baixa estima, apesar de eu nunca ter imaginado isso, porque eu a acho excelente, digo...é a melhor aluna da minha faculdade, super talentosa, têm ótimos gostos e, é uma grande amiga! Fiquei surpresa... E, ela disse que a “baixa estima” dela, é que sempre imaginava que alguém estaria criticando-a. Eu disse que também tinha baixa-estima, mas de uma maneira diferente! Eu não acho que ninguém está me criticando, eu simplesmente acho que a pessoa nem notou em mim! Sei lá...Acho que alguma espécie de “síndrome-do-zé-ninguém” (acabei de inventar). Mas não importa! Eu meio que consigo conviver com isso! Afinal de contas, passei a minha vida inteira assim, você acaba por se acostumar com a situação.

Tenho certeza que, se alguém mostrar aquelas fotos estudantis para alguma criança da escola e perguntar quem eu sou...Já sabe a resposta...

Talvez seja por isso que me dou valor, digo...como eu acho que ninguém se importa comigo então, eu me importo muito para compensar. :)

É muito triste quando você acha que é importante para tal pessoa e descobre que na verdade nunca foi alguém...

Você acha que quando precisar daquela pessoa, ela vai te ajudar, mas quando chega o momento, o mesmo não acontece...

Você acha que teve alguma história com determinada pessoa, mas essa história existiu somente na sua imaginação...

Você acha que aquela pessoa sente sua falta, saudades suas, mas na verdade não lembra de você em nenhum momento, enquanto você fica se torturando pela ausência...

Por isso, tenho que tomar as decisões corretas na minha vida. Porque quem me fará feliz, sou eu mesmo!

No comments: