Thursday, December 07, 2006

Complexo de Superioridade

Hoje me senti na obrigação de escrever sobre isso, até porque uma pessoa insiste em dizer que me acho superior aos outros.
Bom, como devo iniciar... Uhm, acho que sei por onde devo iniciar...
“Ser melhor a cada dia”
É a Lei da Evolução, dada a nós por Deus. Essa Lei é como uma lei da física, como por exemplo, a gravidade da Terra, ou seja, não tem como “fugir” dela, é física. Sendo que, essa Lei da evolução, cabe a nós acelerar ou não.
Confesso, que possuo muitos ideais, que para a maioria das pessoas, são ideais ridículos, e que tudo isso é para eu ser diferente ou superior. Não, não são. Eu sou apenas “uma formiguinha querendo fazer a sua parte”, apenas.
Por que eu sou vegetariana? Bom, para a maioria é porque eu me acho superior, pois não estou matando os animais, e estou tendo uma alimentação relativamente saudável, podendo com isso, esnobar os outros, e ainda dizer que sou melhor do que todas as pessoas carnívoras. Que grande bobagem! Confesso, que no início eu escolhi ser vegetariana para melhorar a minha alimentação, que na época estava horrível, em seguida, nem me lembro porque, veio toda essa história de não querer matar os animais para comer. Mas, a vida nos revela muitas coisas... Percebi que sou vegetariana porque na verdade eu tenho um “grande” débito passado (refiro-me a vidas anteriores) em relação à alimentação. Mesmo que eu quisesse deixar de ser, eu não conseguiria. Como posso me achar superior? Se, na verdade eu é quem fiz coisas horríveis em relação à isso. Bendito, é quem não tem problemas alimentares, pois qualquer comidinha estranha que eu coma começo a me sentir mal do estômago.
Por que sou espírita? Ah...são tantos os motivos! A maioria das pessoas acha que os espíritas se acham superior. Mas, como diz aquela frase:
“Reconhece-se o verdadeiro espírita pela sua transformação moral e pelos esforços que faz para dominar as suas más tendências.”
Bom, até a minha história de se tornar espírita não foi bela. Algumas pessoas lêem o livro dos espíritos, e se identifica com a doutrina. Comigo não foi assim. Tornei-me espírita não pelo amor que reconheci nas suas belas escritas, mas sim pela dor que reconheci em possuir mediunidade. Para quem está achando que ser médium é ser superior aos outros, está muito enganado. Quem é espírita sabe que na verdade é o contrário. Com exceção dos missionários, toda a pessoa que é médium é porque na verdade possui muitos débitos. E, eu sou uma. Com todas as minhas obsessões e transtornos mediúnicos, por coincidência, conheci a doutrina. Li os livros, e isso foi um alívio psicológico para mim. Hoje, me identifico com a doutrina. Não porque eu acho a melhor religião do mundo, mas porque eu acho a melhor religião para mim, é o que eu necessito. É o conforto da minha alma. Através dela, entendo porque eu passo por todos esses problemas na minha vida. Todos esses ensinamentos já fazem parte de mim. Por causa dela, eu procuro melhorar a minha conduta, mesmo que seja difícil ou que pareça ser impossível. Como posso me achar superior? Se na verdade, tudo o que eu faço ou fiz é por causa de todas as idiotices que fiz nas minhas vidas.

No comments: