Sunday, August 27, 2006

Desejos não são Esperanças

Não possuo esperanças e sim, desejos. Esperança é quando você espera por algo ou alguém, na qual você tem fé de que vai conseguir. O meu caso é diferente. Eu sei que não vou conseguir, mas não consigo deixar de desejar.
É como uma criança pobre a desejar um brinquedo caro. Ela sabe que não pode comprar e que jamais terá, mas continua a desejar. Acredito que se ela ver esse brinquedo na mão de outra criança, sofrerá eternamente. Chorará por cada vez que o ver, por cada vez que imaginar esse brinquedo tão desejado não ser dela mas sim, de outra. E não adianta ganhar um brinquedo supostamente semelhante. Ela deseja “aquele” brinquedo e, nunca ficará feliz com outro.
Tenho que admitir que é um sofrimento que me dá prazer. Sofro por não ter, mas sinto prazer ao desejar. É uma vontade que não cessa e, não há nada que alivie esse desejo.
São somente desejos. Já perdi o controle de mim mesma. Os meus desejos me controlam. Sou obsediada pelos meus próprios desejos, tentações que não me permitem ficar em paz. Eu mesma me prendi em uma prisão de sonhos e joguei a chave fora. Sem esperanças de salvação. Talvez porque eu não queira ser salva, ou quem sabe os meus desejos já tenham obstruído qualquer resquício da minha razão. Fui cegada por mim mesma e, estou nadando num mar de loucuras.
Certa vez, uma pessoa me escreveu: “Não perca seu tempo sofrendo por coisas que você não pode ter”. Essa pessoa tem razão, eu sei, mas já me entreguei aos meus desejos insanos, e não consigo mais me libertar de tudo isso. Eu sei que estou perdendo tempo, querendo loucamente o que não posso ter. Eu sei disso! Mas, não depende mais de mim, porque não sou mais capaz de sair dessa prisão sozinha. Em meu ato de insanidade, joguei a chave fora!

É... Eu sou aquela criança pobre admirando o brinquedo caro na vitrine.
Impossível de tocá-lo,
Impossível de tê-lo em meus braços...

Naquela Tarde

Era uma tarde aparentemente bela, na qual o sol podia iluminar aquele lugar. Tudo parecia normal, até que surgiu uma “certa conversa”. Ela não se prepara para aquele dia, mas não queria perder tal oportunidade.
Era perceptível o seu nervosismo expresso em seu olhar, se prestasse atenção podia-se ouvir claramente as batidas de seu coração e, suas mãos transpiravam, tamanha era a sua aflição.
Apesar disso, ela conseguiu dizer algumas palavras um pouco metaforizadas, porém entendidas. Mas, os efeitos repercutidos daquelas palavras não fora o esperado. Ela ouviu palavras que nunca desejara ter ouvido. Naquele momento, experimentou a sensação de ter caído de um precipício e, sentiu o terrível choque da queda. Não sabia o que fazer, nem o que dizer, mas conseguiu conter suas lágrimas com sacrifício e dor, pois não gostava de demonstrar suas dores e fraquezas. Ergueu seu rosto, demonstrando o mínimo de dor que estava sentindo. Levantou-se, e saiu.
A tarde fechou-se e, nunca mais o sol pôde iluminar aquele lugar.

Saturday, August 12, 2006

Músicas que falam por mim II

The Corrs - At Your Side Lyrics

When the daylight's gone and you're on your own
And you need a friend just to be around
I will comfort you, I will take your hand
And I'll pull you through, I will understand

And you know that

I'll be at your side, there's no need to worry
Together we'll survive through the haste and hurry
I'll be at your side
If you feel like you're alone, and you've nowhere to turn
I'll be at your side

If life's standing still and your soul's confused
And you cannot find what road to choose
If you make mistakes (make mistakes)
You can't let me down (let me down)
I will still believe (still believe)
I will turn around

And you know that

I'll be at your side, there's no need to worry
Together we'll survive through the haste and hurry
I'll be at your side
If you feel like you're alone, and you've nowhere to turn
I'll be at your side
I'll be at your side
I'll be at your side
You know that

I'll be at your side, there's no need to worry
Together we'll survive through the haste and hurry
I'll be at your side
If you feel like you're alone, you've got somewhere to go,
'Cos I'm right there
I'll be at your side, I'll be right there for you
(Together we'll survive) through the haste and hurry
I'll be at your side
If you feel like you're alone, you've got somewhere to go,
'Cos I'm at your side

I'll be right there for you
I'll be right there for you, yeah
I'm right at your side
****
Eu apenas gostaria ter ouvido tudo isso de você. Eu precisava somente disso. Mas, você não o fez. Você é incapaz de fazer isso.
Em meus sonhos você é doce. Mas, são apenas sonhos...
Eu nunca verei você estender as suas mãos para levantar-me,
Nunca ouvirei sair de sua boca palavras para me confortar,
Nunca verei você me abraçar quando eu sentir medo da vida,
Nunca verei você enxugar as minhas lágrimas quando eu não conseguir mais suportar tamanha dor...

Thursday, August 03, 2006

Aprendizado

Aprendi, que a vida aqui na terra se passa em um piscar de olhos. Que não devemos ter pressa para conseguir o que julgamos ser essencial para a nossa felicidade, porque muita das vezes ela não está ao nosso alcance naquele momento. E quando isso ocorre, devemos ter calma! Porém, nunca desistir. Mas, sem insistir demais, porque não é bom para o nosso espírito possuir tais tentativas frustradas. Devemos esperar um pouco porque tais coisas acontecerão no momento certo e na hora adequada.
Aprendi também, pela maneira mais árdua e sofrida, que o verdadeiro amor está acima de qualquer sentimento egoísta e mesquinho do homem. E, esse amor não desaparece... Nem o tempo é capaz de tal coisa.
Aprendi, que apesar de eu não poder expressar esse amor como eu desejo, ainda posso demonstrar de outras formas e, ainda assim irá me fazer feliz e que, mesmo estando à distância do meu toque, ainda pode estar próximo ao meu espírito.
E, além disso, somos capazes de dar amor sem receber e esperar nada em troca. Com isso, aprendi que posso conviver e aceitar eternamente esse amor incondicional e não correspondido. E, pode ser que em algum momento, pelas andanças das várias vidas, esse amor possa ser retribuído. Pode ser que, por algum milésimo de segundo ele seja retribuído.
E, eu hei de esperar por esse momento...
Por mais um minuto,
Por mais um dia,
Por mais um ano,
Por mais uma vida,
Por toda a eternidade...