Monday, June 12, 2006

Para o Dia dos Namorados

Apesar de estar sozinha neste momento, não deixarei de postar um texto sobre o dia dos Namorados. Retirei este lindo poema de um livro, na qual, na minha opinião é um dos melhores que eu li até o momento. Há dois mil anos é um livro escrito pelo espírito Emmanuel e, psicografado por Francisco C. Xavier e, este poema foi escrito por Públio Lentulus (Emmanuel) para sua alma gêmea, Lívia.

Alma gêmea

Alma gêmea de minha alma
Flor de luz de minha vida
Sublime estrela caída
Das belezas da amplidão.
Quando eu errava no mundo
Triste e só, no meu caminho,
Chegaste, devagarinho,
E encheste-me o coração.
Vinhas na benção das flores
Da divina claridade,
Tecer-me a felicidade
Em sorrisos de esplendor!
És meu tesouro infinito.
Juro-te eterna aliança
Porque sou tua esperança,
Como és todo meu amor!
Alma gêmea de minha alma
Se eu te perder algum dia...
Serei tua eterna agonia,
Da saudade nos seus véus...
Se um dia me abandonares
Luz terna dos meus amores,
Hei de esperar-te , entre as flores
Da claridade dos céus.

Dedico este poema à minha alma gêmea, que ainda não o encontrei, mas hei de encontrá-lo pelas andanças de várias vidas...

No comments: