Tuesday, May 09, 2006

Apenas diferente

Conheci uma garota há um tempo atrás...


Ela não era uma “garota qualquer”, não digo que era especial, mas sim diferente das outras meninas de sua idade. Apesar de ser bem jovem, ela sabia que era diferente e que, não possuía uma vida igual às outras. Não era uma garota que possuía o tipo de “vida fácil”. Seus sorrisos e aflições diferiam dos outros, e ela sabia disso, apesar de não compreender ao certo o porquê.

Enxergava o mundo de uma forma diferenciada, distante... Sempre analisando a tudo e a todos, contudo não falava o que pensava a ninguém, suas reflexões se resumiam apenas ao seu pequeno mundo.

Sentia-se acolhida e protegida do mundo à sua volta, todavia tinha a impressão de que isso acabaria. E acabou. Isso marcou a sua mente para sempre e, apesar do tempo, a cicatriz da dor sempre esteve lá.


Hoje, já é uma mulher! Ainda assim, continua a ser diferente das outras mulheres. Dizem por aí, que ela é persistente, que mesmo diante das aflições continua a acreditar que, no final, pode dar certo! E mesmo que tudo esteja contra, ela insiste e principalmente, o que mais caracteriza a sua personalidade, é que ela tenta, ao menos uma vez.

Já não está mais acolhida nem protegida, está sozinha no mundo, e sabe disso. Mesmo assim, ela insiste em viver, e não deixa de acreditar que vai melhorar. Ela ainda é capaz de fechar os olhos e imaginar...Todo o seu mundo colorido e, neste momento todos os seus pensamentos vagueiam diante de suas ilusões. Adormece acreditando em doces ilusões...


Ela não é uma mulher qualquer, que você ouve falar por aí! E ela sabe disso.


Em alguns momentos ela me decepciona quando se deprime, mas também me surpreende com a sua persistência. Às vezes, me admiro e me questiono de onde ela consegue arrancar tanta coragem. Eu acredito que essa coragem se dá pela vontade insistente de ser feliz. Ao menos um pouco feliz.

Enquanto isso, sozinha vai caminhado pelo mundo, mesmo que este ainda lhe pareça distante aos seus olhos.

É uma mulher interessante de se conhecer, sempre têm uma idéia, pensamento ou filosofia a acrescentar em sua própria vida, contudo só será interessante conhecê-la se, juntos mergulhar nas profundezas de seus pensamentos e imaginações... Imagine também, pense. A cada dia eu a conheço um pouco mais.

1 comment:

Michelle Trindade said...

Eu também conheço essa mulher, e posso dizer que a conheço muito bem também. Ela realmente é persistente, e talentosa nas coisas que faz. Alegre quando os momentos são alegres e, triste quando os momentos são tristes. Afinal ela é humana...Não tenho dúvida nem por um minuto que ela vai ser bem sucedida no mundo e almejar a tão sonhada felicidade plena... Só não concordo com uma coisa, essa mulher pensa que está sozinha, mas ela esqueceu de uma amiga que ela sempre possuiu que estava e está sempre do lado dela, mas que as vezes ela não percebe... e essa amiga ama tanto essa mulher que daria a vida dela por ela...