Monday, April 17, 2006

Belas Escritas Jogadas ao Vento

“Sua mão escreverá belas páginas, atendendo a inspiração superior; no entanto, se você não estampar a beleza delas em seu espírito, não passará de estafeta sem inteligência”.
Pelo espírito André Luiz, psicografia de Francisco Cândido Xavier.


Do que adianta, tão belas escritas, na qual todos se emocionam ao lê-las?... Se você não sentir, são palavras vazias jogadas ao vento. O autor nem sequer lembrará de tão inspiradoras frases, porque não viveu, não sentiu e, sim apenas escreveu. Escritas essas que nos fazem chorar, que nos ensinam grandes lições. Escritas que nos renovam a alma, que nos ensinam sobre as Leis Divinas, que nos tocam a alma e o coração. Mas os efeitos sinceros apenas tocam o leitor, e nunca esse escritor. Do que adianta conhecer as lições do caminho se não praticas? Deslumbrará os olhos dos homens, mas de nada serve aos olhos de Deus. Poderás falar sobre bondade a maior parte do seu tempo, mas se não for bom, será inútil para a sua felicidade. Viva e sinta o que você falar e escrever. Se não, tão belas palavras serão esquecidas para ti. Surpreendo-me com a pureza de belas frases, tens o conhecimento, mas de nada adianta se não viver todo o conhecimento que você adquiriu ao longo de sua existência na casa do Pai. Poderá ter a capacidade de orientar os que iniciam nessa jornada, contudo, deverá se disciplinar primeiramente. A melhor orientação que alguém possa doar é o exemplo. Aprimore-se, para que as tuas palavras não confrontem com os teus atos. E acima de tudo, ajude com humildade. Mesmo que acredite que tens o conhecimento em suas mãos, lembre-se que o conhecimento que possuís atualmente é um grão de areia comparado à infinita grandeza dos ensinamentos do Cristo. Só porque acreditas que sabes um pouco mais do que o irmão ao lado, lembre-se que todos temos o que aprender com o irmão que você julga ser inferior. Não o subestime, pois os seus olhos são incapazes de enxergar o todo.

Você chamará a Jesus: Mestre e Senhor...; se não quiser, porém, aprender a servir com Ele, suas palavras soarão sem qualquer sentido.
Pelo espírito André Luiz, psicografia de Francisco Cândido Xavier.

No comments: